E-mail marketing ainda vale a pena? Quais os benefícios atuais?

Exibir tudo

E-mail marketing ainda vale a pena? Quais os benefícios atuais?

e-mail marketing

E-mail marketing foi, durante muito tempo, sinônimo de spam e comunicações intrusivas.

Porém, graças ao avanço de automação de marketing, esse canal se tornou a melhor maneira de entregar as mensagens certas, para as pessoas certas, na hora certa.

Mas o que é e-mail marketing?

O e-mail marketing é uma ferramenta de comunicação entre uma marca para com seu público. Este tipo de estratégia permite segmentar sua base de leads por interesse, criar automação no disparo e escalar o processo de personalização das mensagens.

Com certeza você já recebeu alguns dos tipos mais comuns de e-mails marketing em sua caixa de mensagem, como:

  • Oferta de produtos;
  • Promoções;
  • Confirmação de compras;
  • Informações sobre a marca;
  • Notificações de conteúdo.

Atualmente com a evolução das ferramentas, e principalmente da maturação das estratégias os e-mails marketing se tornaram um aliado poderoso em estratégias digitais.

Isso porque as marcas deixaram de realizar o disparo em lote e começaram a se preocupar em conquistar o e-mail de seus consumidores, através de campanhas e ações que muitas vezes oferece um beneficio para o cadastro, como por exemplo, um ebook ou um conteúdo exclusivo.

Desta maneira além de facilitar a segmentação dos leads por interesse também prepara o usuário para receber aquele e-mail, pois é sabido o interesse dele por aquele determinado assunto. Por que utilizar o e-mail marketing?

Por que usá-lo em pleno 2020?

Com uma previsão de 310 bilhões de usuários até 2021, certamente o email é uma maneira de alcançar diretamente milhares de clientes potenciais, aliás, a um custo relativamente baixo em comparação com publicidade em sites, ads, banners ou anúncios patrocinados.

No email marketing, você pode ter toda a atenção do lead ou prospect. A partir do momento que a mensagem é aberta, ela ocupa boa parte da tela do dispositivo, podendo estar adaptada perfeitamente ao Smartphone, tablet ou notebook. Os anúncios pop-up, formulários flutuantes ou outras propagandas na internet geralmente ficam no caminho do que um cliente potencial procura: o conteúdo.

Como criar um ótimo e-mail marketing para o seu negócio:

Título:

Segundo pesquisas, 35% do público abre um e-mail levando em consideração o título. Achou pouco? Então olha essa: e-mails com assuntos personalizados têm 26% maior probabilidade de serem abertos.

Se você ainda não sabe, está na hora de ir atrás de conhecimentos de copy e usá-los para escrever seus títulos, pois você precisa pensar bastante nos títulos que vai usar em seus e-mails.

Segundo um levantamento da MailChimp, emails com assuntos relacionados a hobbies são os mais abertos, com uma taxa de abertura de 27,35%. Além disso, emails onde o nome do destinatário aparece no título também possuem maiores taxas de abertura. Uma última dica: muitos dos emails com maiores taxas de abertura continham a palavra “secreto” no título!

Personalização:

No fundo, todos nós gostamos de sermos mimados, não é? É sempre legal ver quando uma grande empresa nos chama pelo nome ou envia ofertas personalizadas para a gente, mesmo sabendo que isso foi feito um robô. Me desculpe se fui sincero demais.

Como eu disse ali na parte do título, emails que citam o nome do destinatário logo no título têm maior taxa de abertura. Outro dado interessante, esse da Aberdeen, nos diz que emails personalizados aumentam as taxas de clique em 14% e conversões em 10%. É um bom aumento, né?

Além disso, quando eu falamos de personalização, também estamos falando sobre adaptar o conteúdo do email para todos os tipos de dispositivos, como celulares, por exemplo. 80% das pessoas que usam email abrem a caixa de entrada pelo dispositivo móvel.

Segmentação:

Sabe quando você compra um produto e, ainda assim, continua recebendo emails com oferta desse produto? Pois é, isso significa que a empresa em questão não está segmentando direito a base de contatos dela.

Fazer uma boa segmentação é fundamental para uma campanha de email marketing funcionar.

Timing:

Você precisa conhecer o seu público e saber o melhor momento (“timing”) de interagir com ele.

Oferta:

Juntamente com o título, a oferta é o ápice do seu email. Essa oferta não, necessariamente, é a compra de um determinado produto ou serviço. Pode ser a inscrição para um webinar gratuito ou o download de um ebook.

Para fazer ofertas irresistíveis, novamente, você precisa conhecer os conceitos de copywriting, saber os gatilhos mentais corretos e conduzir o seu público a realizar determinada ação.

O Call-To-Action “clique aqui” é o que possui maior taxa de clique, o que significa que você deve estar atento a esse tipo de informação para criar ofertas que convertem.

Dicas para campanhas de sucesso:

  1. Evite comprar listas ou usar listas frias: Por mais tentador que utilizar uma lista pronta cheia de endereços, não há como saber se algum email incluso 
  2. Não exagere na quantidade de informações: Evite enviar um único email para atingir diversos objetivos caso isso deixe-o muito longo. As chances são que o consumidor não irá ler todo o conteúdo e, por isso, excesso de informações tiram o foco do objetivo principal.
  3. Qualidade fala mais alto que quantidade: Sempre que possível, busque focar em aumentar o impacto e chances de abertura e cliques de uma campanha ao invés de segmentá-la em diversas campanhas.

Agora que você já viu o que funciona e o que não funciona em campanhas de e-mail, você está pronto para começar a colocar isso em prática? Nós da F2X temos um time especializado que poderá te ajudar. Entre em contato conosco!

Solicite inteiramente grátis
uma análise de posicionamento da sua empresa na internet!

Atendimento Online
1
Fale com um especialista! 👨‍💻
Olá 👋 podemos te ajudar?
Powered by